Header Ads Widget

58º Homicídio em Mossoró 2021: Preso de justiça usando tornozeleira eletrônica é executado a tiros dentro de casa no Conjunto Malvinas

O crime de homicídio com características claras de execução, foi registrado por volta de 01h30min desta madrugada de quarta feira 26 de maio de 2021, na Rua Coronel Solan de Andrade, no Conjunto Malvinas em Mossoró, na região Oeste do Rio Grande do Norte. De acordo com informações do sargento Renixon, fiscal de operações do 12º BPM, que esteve no isolamento do local, Homens fortemente armas, invadiram a casa e executaram a tiros, o preso de justiça monitorado por tornozeleira eletrônica, Wellington Alves de Andrade de 37 anos.

Segundo o perito criminal, Marcos Dayan, o portão da frente e a porta de entrada da casa, foram arrombados com tiros de escopeta calibre 12. A vítima que estava com a família na residência, teve a cabeça desfigurada em decorrência dos disparos sofrido. Duas armas de calibres diferentes foram usadas pelos assassinos, na execução da vítima. Escopeta calibre 12 e pistola.

O pai, um irmão e a esposa da vítima tiveram suas vidas poupadas pelos atiradores. Não há até o momento informações sobre a motivação do crime e a polícia desconhece a identidade dos atiradores, que fugiram do local após matarem a vítima e antes mesmo da chegada da PM. Informações ainda repassadas pelo sargento Renixon, Wellington Alves de Andrade, cumpria pena no regime semiaberto, acusado de um assalto aos correios em João Pessoa na Paraíba. Ele teria sido solto em junho de 2020 e em janeiro desse ano, passou a usar tornozeleira eletrônica.

A equipe da Delegacia de Plantão, esteve no local acompanhando o trabalho dos profissionais do ITEP e colhendo informações sobre o crime. Após a perícia o corpo da vítima foi recolhido e encaminhado ao IML da unidade pericial, onde será examinado e depois liberado. Já são 58 assassinatos em Mossoró neste ano de 2021. Caso a ser investigado pela Delegacia de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP).

Fonte/Fim da Linha

Postar um comentário

0 Comentários