Recent News

Mostrando postagens com marcador HOMICÍDIO EM MOSSORÓ. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador HOMICÍDIO EM MOSSORÓ. Mostrar todas as postagens

48° Homicidio em Mossoró 2018: Menor é assassinado dentro de alojamento do Ceduc Internação nas Malvinas

Um adolescente conhecido como Marcos Antonio, 17 anos foi encontrado morto dentro de UM núcleo no Ceduc, localizado no Bairro Malvinas em Mossoró.

Equipes do ITEP, da Divisão de Homicídio e Delegacia do Menor estiveram no local realizando procedimentos.

Segundo informações o menor apresentava marcas de espancamento  e foi encontrado enforcado com um lençol.

Dois maiores e um menor estavam na mesma ala onde o adolescente foi assassinado. Os três foram encaminhados para prestar esclarecimentos na Polícia Civil.

O menor foi conduzido a Delegacia do Adolescente e os dois maiores encaminhados a Delegacia de Plantão para prestar esclarecimentos.

148º Homicídio em Mossoró 2016: Ex presidiário é morto a tiros na Estrada da Raiz

Mais um crime de homicídio provocado por disparos de arma de fogo é registrado em Mossoró na região Oeste do Rio Grande do Norte, o segundo em menos de 24 horas e o 148° do ano. 

O crime aconteceu por volta das 19h30min desta segunda feira 22 de agosto de 2016 nas imediações do Campo de futebol da Estrada da Raiz no bairro Santo Antônio. 

A vítima identificada como Ítalo Rafael Alves da Silva, com 20 anos de idade, morador do bairro Santo Antônio, foi alvejado com três tiros na região das costas e morreu no local. No momento do crime, estava sendo realizada uma partida de futebol no Raizão, mas ninguém quis informar à polícia como ocorreu o homicídio. 

Segundo a Policia a vítima já passou pelo Sistema Penitenciário acusado de envolvimento com assaltos e estava com audiência marcada na Justiça para esta semana. 

A Polícia Militar recebeu informações de que o local onde o jovem foi assassinado é um ponto de encontro de pessoas envolvidas em ações criminosas e que possivelmente a vítima foi levada, como se diz na gíria policial, para o cheiro do queijo. 

O delegado de Plantão Dr. Valtair Camilo de Paiva esteve no local e informou aos jornalistas que uma das linhas de investigação a serem seguidas pela Polícia Civil é acerto de contas. 

Após o isolamento do local do crime realizado pela Polícia Militar, o corpo do jovem foi removido para a sede do ITEP onde será necropsiado e depois liberado para sepultamento. 

Com a morte de Ítala Rafael a cidade de Mossoró chega aos 148 assassinatos neste ano de 2016. O caso será investigado pela equipe da Delegacia de Homicídios (DEHOM).

147° Homicídio em Mossoró 2016: Jovem é executado em via pública com mais de 20 tiros de pistola na Favela do Fio.


Depois de oito dias sem assassinatos a cidade de Mossoró na região Oeste do Rio Grande do Norte, voltou a registrar morte violenta provocada por disparos de arma de fogo. 

O crime aconteceu no final da noite, por volta das 23h30min deste domingo 21 de agosto de 2016, na Rua José Malaquias de Oliveira, na Favela do Fio. 

A vítima, um jovem de 19 anos de idade, identificado como José Alcimar Martins de Paiva,"Chilito" que morava próximo a Praça do Abolição IV. Ele foi executado em via pública com cerce de 20 tiros de Pistola calibre 380. 

Os disparos, segundo o perito criminal, Dr. Otávio Domingos, atingiram várias partes do corpo do jovem, principalmente a região da cabeça. No local foram recolhidas mais de 20 capsulas de pistolas que ficaram espalhadas pelo chão. 

O pai do rapaz esteve no local acompanhando os trabalhos da perícia criminal e falou com o Delegado de Plantão Dr. Roberto Moura. Ele afirmou que seu filho já havia sido preso e que a morte dele não foi surpresa, pois ele esperava a qualquer momento receber uma notícia de que mataram seu filho. 

Moradores da Favela informaram à Polícia que ouviram muitos disparos e gritos, mas que não tiveram coragem de sair das casas para ver o que estava acontecendo. Ninguém comentou quantos homens estavam atirando nem que tipo veículo eles chegaram. 

O Jovem morto não estava sozinho, segundo a polícia e no local próximo ao corpo havia um par de sandálias que não eram da vítima. A Polícia acredita que outra pessoa que estava com Chilito tenha saído baleada. 

O corpo de José Alcimar, foi removido para a sede do ITEP onde será necropsiado e depois liberado para sepultamento. O caso vai ser investigado pela Delegacia de Homicídios (DEHOM).

Fonte: Fim da Linha

145º Homicídio em Mossoró 2016: Homem é morto no Bairro Belo Horizonte


A violência não dar trégua a cidade de Mossoró, no Oeste do Rio Grande do Norte e o município registra mais uma morte violenta provocada por disparos de arma de fogo, a segunda em menos de 12 horas. 

Desta feita o crime foi registrado por volta das 05h55min desta quinta feira 11 de agosto de 2016, na Rua Marinho Dantas no bairro Belo Horizonte. 

A vítima, identificada como Manoel Francisco da Mota era natural de Mossoró com 58 anos de idade, foi assassinado a tiros em via pública, a poucos metros da casa onde morava. 

Segundo informações de testemunhas, Manoel Francisco, que trabalhava como pedreiro e nas horas de folga vendia batatinha frita em frente ao teatro Dix Huit Rosado no centro da Mossoró, caminhava pela rua, quando foi surpreendido por um homem que se aproximou e efetuou vários disparos de arma de fogo em sua direção. 

Francisco Batatinha, como era mais conhecido, foi atingido com dois tiros, sendo um na região da cabeça e outro transfixante nas costas. O criminoso fugiu após o delito e até o momento não foi identificado. 

A Polícia Civil, esteve no local, buscando informações sobre o caso, mas no local ninguém quis falar sobre o caso.  O delegado Valtair Camilo de Paiva conversou com familiares, mas o que eles disseram é que a vítima não tinha inimizades e nem era envolvido com ações ilícitas. 

A equipe do Instituto Técnico e Científico de Perícia (ITEP) realizou todos os procedimentos de perícia no local do crime e depois removeu o corpo para a sede do órgão onde será necropsiado e em seguida liberado para os familiares providenciarem o sepultamento. 

Com mais este crime de homicídio registrado nesta manhã de quinta feira Mossoró chega a soma dos 145 assassinatos no ano. Mais um caso para a Delegacia de Homicídios investigar e chegar a elucidação.



Fonte: Fim da Linha

144° Homicídio em Mossoró 2016: Servente é executado com mais de 30 tiros na zona rural do município


Cleudinilde Cunha de Brito de 28 anos de idade, foi morto com tiros de pistolas 380, ponto 40 e uma descarga na cabeça de escopeta calibre 12. 

Segundo informações, três elementos dizendo ser polícia, encapuzados e vestindo roupas pretas, chegaram na casa da família pelas portas dos fundos. Eles mandaram que os pais e a esposa, deitassem e anunciaram a prisão, dizendo que iriam levar Cleudinilde preso para a cidade de Areia Branca. 

Quando saíram fora da casa, já chegando próximo a porteira do quintal, atiraram nele várias vezes. A perícia criminal recolheu mais de 30 cartuchos deflagrados de pistola e 01 de escopeta calibre 12. 

A polícia recebeu informações da família, que Cleudinilde respondia dois processos na Justiça por violência doméstica e porte ilegal de arma de fogo. Noutra informação que não foi confirmada pela família, a vítima estava com problema no pagamento de uma motocicleta, mas a família não sabe se ele vinha sofrendo algum tipo de ameaça. 

Fonte: Fim da Linha
O Câmera

143º Homicídio em Mossoró 2016: jovem é executado a tiros de pistola dentro de casa no Quixabeirinha


O Jovem Igor Pereira da Costa Silva, 20 anos de idade, morador do bairro Aeroporto II em Mossoró, no Oeste do Rio Grande do Norte, foi executado com cerca de 12 tiros de Pistola ponto 40, dentro de sua residência. 

O crime ocorreu por volta das 02h30min desta madrugada de terça feira 09 de agosto de 2016, na Rua Antônio Calixtrato do Nascimento no bairro Aeroporto II (Quixabeirinha). 

Segundo informações da PM, a vítima que já tinha passagens pela polícia por tráfico de drogas, estava em casa dormindo com a esposa e dois filhos menores, quando três homens não identificados, chegaram invadiram a residência e executaram Igor Pereira dentro do quarto. 

A esposa da vítima disse à Polícia Civil,que não foi possivel identificar os atiradores, mas que eles mandaram que ela saísse do quarto com as crianças. 

Segundo o perito criminal Renildo Marcelino, a maioria dos disparos atingiram a cabeça da vítima, que morreu na hora e que foram usados dois tipos de arma de fogo no crime. Várias capsulas de Pistola ponto 40 foram recolhidas pela perícia criminal. 

O corpo do jovem foi removido para a sede do Itep onde será submetido a exame de necropsia e depois liberado para a familia providenciar o sepultamento. 

Já são 143 homicídios em Mossoró neste ano de 2016. O caso será investigado pela Delegacia de Homicídios. A Polícia ainda não tem informações sobre a motivação do crime, mas sabe que a Igor Pereira era amigo de João Victor assassinado no início da noite de segunda feira, no mesmo bairro.

Fonte: Fim da Linha

142º Crime de Homicídio em Mossoró 2016: homem é perseguido e morto no bairro Quixabeirinha


A cidade de Mossoró, na região oeste do Rio Grande do Norte, registra mais uma morte violenta provocada por disparos de arma de fogo. 

O crime aconteceu no início da noite desta segunda feira 08 de agosto de 2016, na Rua Raimundo Bernardino de Souza no bairro Aeroporto II (Quixabeirinha). 

Um jovem identificado como João Victor Paulino de Freitas"Vitinho"18 anos de idade, foi alvejado em via pública e morreu dentro do quintal de uma residência pra onde ele correu tentando escapar da morte. 

Informações repassadas à Polícia Militar, por populares, são de que a vítima bebia na calçada de sua casa, em companhia de amigos, quando dois homens ocupando uma motocicleta, chegaram atirando contra o jovem. 

João Victor foi atingido com um único tiro e mesmo baleado, correu e pulou o muro de uma residências, mas acabou morrendo em consequência dos disparos. A Polícia não informou se o jovem tinha registros em Delegacias. 

O corpo foi removido para a sede do ITEP, onde será necropsiado e depois liberado para sepultamento. Com a morte de João Victor, Mossoró passa a contabilizar 142 homicídios no ano de 2016. 


O caso será investigado pela Delegacia de Homicídios, que receberá um relatório do delegado de Plantão Dr. Cristiano Melo que foi ao local em busca de informações sobre o crime.





129ª Morte violenta em Mossoró em 2016: Popular é encontrado morto com um tiro de espingarda no peito no Belo Horizonte



Mais uma morte violenta provocada por disparo de arma de fogo, foi registrada na manhã de hoje, 05 de julho na cidade de Mossoró, Oeste do Rio Grande do Norte. 

Wellington Oliveira da Silva, de 26 anos de idade, foi encontrado morto com um disparo de espingarda no peito, na Rua João Damásio no bairro belo Horizonte. 

A polícia não tem muitas informações sobre a ocorrência, mas foi informada que a vítima morava na Rua Laura Gomes da Silva, no Belo Horizonte e teria saído de casa por volta de 23 horas de ontem, 04. O corpo foi encontrado por moradores da rua João Damásio, mas nenhuma testemunha se apresentou a polícia com algum tipo de informação sobe o ocorrido. 

Depois dos procedimentos no local o corpo de Wellington foi removido para a Unidade regional do Itep em Mossoró, onde será necropsiado.

Fonte: Ocâmera

128° Homicídio em Mossoró 2016: Jovem é encontrado morto com sinais de violência em matagal no Geraldo Melo

Um homem identificado, como Marcelo Rodriguesde 20 anos, foi encontrado morto em um matagal na região do Geraldo Melo em Mossoró  no RN

Segundo a perícia criminal o jovem foi morto com golpes de faça no rosto e pescoço depois de entrar em luta corporal com os suspeitos.

Ainda de acordo com o perito criminal Joaquim Guimarães após ser assassinado, o jovem foi arrastado por mais de 100 metros e jogado em um matagal.

No local do crime a perícia encontrou uma farda de empresa, uma faca e uma espingarda garroncha.

O corpo foi removido para sede do ITEP para ser necropsiado. Já são 128 homicídios em Mossoró neste 2016.


Fonte: Fim da Linha

127° Homicídio em Mossoró 2016: Jovem e morto a tiros em frente de casa no Santa Helena

Depois de cinco dias sem registro de homicídio em Mossoró, a cidade volta a conviver com a violência, onde mais uma pessoa é assassinada por disparos de arma de de fogo. 

O crime aconteceu por volta das 19h30min desta noite de terça feira 28 de junho de 2016 na Rua José Melo de Souza no loteamento Santa Helena. 

A Vitima identificada como João Lucas da Silva Queiroz, 22 anos, natural de Mossoró, trabalhava em uma madeireira próximo ao Vuco Vuco, foi morto com com três tiros de pistola em frente de sua residência. 

Segundo informações de familiares a vítima tinha acabado de acender a fogueira e estava sentada em um sofá na frente de sua casa quando dois homens chegaram em uma moto, chamaram pelo seu nome e quando o mesmo veio ao encontro da dupla e que se aproximou foi alvejado e morto. 

Devido a escuridão no local os suspeitos fugiram e não foram identificados. A familia relatou para a polícia, que João Lucas, não tinha envolvimento com o mundo do crime e nunca foi preso. 

A Esposa dele disse que seu marido não tinha envolvimento com coisas erradas e trabalhava em uma madeireira localizada nas proximidade do Vuco-Vuco. Ela disse que não sabe a que atribuir a morte de seu esposo. 

A Polícia Militar isolou o local do crime, até a chegada das equipes da Delegacia de Plantão e do Instituto Técnico de Perícia (ITEP). Os trabalhos de perícia foram realizados no local e depois de sua conclusão o corpo do jovem foi removido para ser examinado na Unidade Regional do órgão. 

O perito criminal, Marconi Ferreira,informou que a vítima foi atingida com três tiros de pistola, os quais atingiram a região da cabeça e tórax sem qualquer chance de sobrevivência. 

O delegado de Plantão Dr. Evandro e os agentes Polari e Carmelita, estiveram no local colhendo informações que serão repassadas em relatório à Delegacia de Homicídios, que vai investigar o caso.

Este foi o homicídios de número 127 e que vai entrar para as estatísticas da violência na segunda maior cidade do Rio Grande do Norte.


Fonte: Fim da Linha

126º Homicidio em Mossoró 2016: Homens encapuzados invadem residência na Ilha de Santa Luzia e executam pedreiro

O pedreiro Damião Xavier da Silva de 41 anos de idade, natural de Antônio Martins RN e residente em uma Vila, localizada na Rua General Péricles, no bairro Ilha de Santa Luzia em Mossoró, região Oeste Potiguar, foi executado a tiros, na madrugada desta quinta feira 23 de junho de 2016. 

O crime aconteceu por volta da 01h20min e segundo a Polícia Militar, quatro homens encapuzados, dizendo ser policiais, invadiram a Vila, arrombaram a porta de entrada da casa e executaram o pedreiro que estava dormindo na cama com a esposa. A mulher não foi atingida pelos disparos, porque segundo ela quando viu o barulho rolou da cama e ficou acida no chão. 

De acordo com o perito criminal Renildo Marcelino, foi possível visualizar 12 perfurações pelo corpo da vítima. Segundo ele dois tipos de armas foram usadas pelos criminosos na execução: Pistola ponto 40 e revolver calibre 38. 

Os vizinhos informaram a Polícia que, Damião Xavier, era uma pessoa boa e não tinha envolvimento com atividades ilícitas, apenas gostava de bebidas alcoólicas. 

Os vizinhos disseram ainda que acordaram com o barulho dos disparos, e informaram ao delegado de Plantão Dr. Valtair Camilo de Paiva, que o pedreiro estava com viagem marcada para esta quinta feira, onde iria à casa de seus familiares em Antônio Martins. 

O local do crime foi isolado pela Polícia Militar e depois da perícia realizada pela equipe do ITEP com a presença do Delegado Valtair Camilo, o corpo foi removido para a sede do órgão onde será necropsiado e depois liberado para sepultamento. 

O crime até o momento é um mistério para Polícia Civil que vai investigar o caso. Já são 126 homicídios em Mossoró neste ano de 2016.


Fonte: Fim da Linha

125° Homicídio em Mossoró. Jovem e morto a tiros no bairro Barrocas

Mais uma pessoa é morta de forma violenta em Mossoró, na região Oeste do Rio Grande do Norte. O crime ocorreu, na noite desta quarta feira 22 de junho, na travessa Arlindo Paula, por trás do Motel Love Time,no bairro Barrocas. 

A vítima um jovem de 25 anos de idade,identificado como, Franciélio Fabiano de Castro, foi alvejado por disparos de arma de fogo e morreu na hora.

Testemunhas disseram à Polícia, que o jovem estava em casa e que um amigo teria chegado e chamado ele para conversar. Os dois saíram e entraram em uma travessa e de repente ouviram vários disparos. 

A Polícia Militar foi acionada e quando chegou no local,encontrou o jovem caído e sua mulher ao lado do corpo. Franciélio, segundo a perícia criminal, foi atingido com seis disparos, todos na região da cabeça não resistiu e morreu no local. Uma equipe do Samu ainda foi ao local, mas somente para constatação de óbito.

Em 15 de dezembro de 2015, Francielio foi preso em companhia de um amigo, pela equipe da Denarc com droga e arma de fogo já havia sido preso por envolvimento com o tráfico de drogas.

A PM foi informada também que após matar o jovem, o atirador entrou na casa dele e revirou tudo, como se estivesse procurando algo. 

Este foi o 125º Homicídio registrado em Mossoró neste anos de 2016. O caso será investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios.






124 Crime de homicídio em Mossoró 2016: Homem é morto à Tiros na Alameda dos Cajueiros.


A semana começa violenta na segunda maior cidade do Rio Grande do Norte, com registro de mais uma morte vilenta por disparos de arma de fogo.

O crime aconteceu na tarde desta segunda feira 20 de junho de 2016, na Rua Teófilo Saraiva no bairro Alameda dos Cajueiros.

Um adolescente de 16 anos de idade, identificado como Wanderley da Silva, conhecido como Potó, foi executado com mais de 10 tiros de pistola calibre 380 dentro da casa de uma tia, onde o mesmo estava morando há poucos meses.

Um familiar mais próximo informou à Polícia, que a vítima morava no bairro Quixabeirinha,mas se mudou para o bairro Alameda dos Cajueiro, porque vinha recebendo ameaças de morte, mas não explicou o porque das ameaças.

Segundo informações, um desconhecido, chegou de motocicleta entrou na casa, possivelmente tenha encontrado o portão aberto, haja visto que não havia sinais de arrombamento e executou o menor, na cozinha da residência.

Os disparos segundo a perícia criminal, se iniciaram na área da casa, onde várias capsulas ficaram espalhadas no chão e marcas de tiros nas paredes.

A Perícia acredita que a vítima estava na área da casa, e quando viu a situação de perigo correu para dentro de casa, mas foi perseguido e morto. Pelo menos 13 perfurações de bala foram visualizadas no corpo do menor.

O corpo do adolescente foi removido para a sede do ITEP onde será necropsiado e depois liberado para sepultamento.

O delegado da Homicídios, Dr. Antônio Augusto, esteve no local, com seus agentes, buscando informações sobre o crime, mas adiantou que a polícia ainda não tem uma linha de investigação.

Este é o sétimo homicídio registrado em Mossoró da sexta feira (17) até esta segunda feira (20) e 124º do ano na cidade.

Em fim de Semana Violento, Polícia Registra 6º Mortes em Mossoró/RN

118° Homicídio em Mossoró 2016: Ex-presidiário é executado com oito tiros de pistola em calçada de lanchonete no Belo Horizonte.

O crime com características de execução, foi registrado por volta da 00h25min desta sexta feira 17 de junho de 2016, em uma Lanchonete localizada no cruzamento da Avenida Rio Branco com a Rua Padre Américo no bairro Belo Horizonte em Mossoró, no Oeste Potiguar. 

A vítima identificada como Paulo Cardoso Jales Júnior, o "Juninho" 28 anos de idade, foi alvejado com oito tiros de pistola calibre 380, não resistiu e morreu no local.

-------------------

119ª Morte violenta em Mossoró em 2016: Trabalhador foi morto dentro de um deposito de material de construção no Santo Antônio.

runo Alexandre da Costa, de 20 anos de idade, morador da Rua Manoel Gregorio da Silva, no Santo Antonio, foi morto na tarde de hoje, 17 de junho, dentro de uma fabrica de pré-moldados de concreto, na Rua Jeronimo Rosado, no mesmo bairro onde morava. Ele foi alvejado com seis disparos de arma de fogo, todos na região da cabeça e pescoço e morreu no local.

Segundo informações, ele trabalhava na fabrica há pouco mais de um mês. Pessoas próximas à família informaram a policia que Bruno tinha confessado medo de algumas pessoas do bairro e até evitava contato, mas não sabem se ele estava recebendo algum tipo de ameaça. 

-----------------------

120ª Morte violenta em Mossoró em 2016: Jovem baleado nas Barrocas morreu no Tarcicio Maia.

No inicio da noite de hoje, 17 de junho o Centro de Operações da Policia Militar, “Copom” foi acionado para por moradores da Rua Herculano Couto, nas Barrocas para uma ocorrência de disparos de arma de fogo, com uma pessoa ferida.

Quando a guarnição chegou ao local foi informada que a vitima, Sidney Alexsandro Alves da Silva “Sidney Bola” Servente de Pedreiro de 25 anos de idade, “23/10/1990” já havia sido socorrido por populares para o Hospital Tarcísio Maia, aonde já chegou morto. 

--------------------------

121ª Morte violenta em Mossoró em 2016: Adolescente raptado de casa na madrugada de hoje foi encontrado morto no Sitio Ingá.

O corpo do adolescente Jean Carlos Faustino de Brito de 17 anos de idade, foi encontrado numa estrada carroçável no Sitio Ingá, região do Bom Jesus, em Mossoró região Oeste do Rio Grande do Norte.

Ele foi raptado de casa na Rua Maria Almeida, no Planalto da Liberdade, por volta de 1 hora da madrugada de hoje, 18 de junho, por quatro homens fortemente armados e dizendo ser polícia. 

------------------------

122ª Morte violenta em Mossoró em 2016: Jovem baleado no Liberdade morreu no Tarcísio Maia.

Mais uma morte violenta provocada por disparos de arma de fogo foi registrada no final da arde de hoje, 18 de junho, na cidade de Mossoró, região Oeste do Rio Grande do Norte.

Alexandre Kenedy de Melo, “Catraca” de 22 anos de idade, que foi baleado na última quinta-feira dia 16, próximo à Praça do Conjunto Liberdade, morreu na tarde de hoje no Hospital Tarcísio Maia. 

--------------------------

123ª Morte violenta em Mossoró em 2016: Individuo morre em confronto com a polícia militar na madrugada de hoje.

Equipes do Grupo Tático Operacional da cidade de Apodi que estava sendo comandado pelo Cap Carvalho e a Rocam 02 pelo Sgt Renixon foram acionadas por populares para atender uma ocorrência de disparos de arma de fogo próximo ao tiro de guerra, no centro de Mossoró.

A polícia recebeu informações, que os três elementos estavam num Fiest de cor vermelha efetuando disparos em via pública. Quando o veículo foi localizado o trio efetuou mais disparos e fugiu em direção ao bairro Santo Antônio. Houve perseguição e o carro foi parado com os pneus furados, próximo ao Colégio Diocesano. 

Ricardo da Silva Souza, de 19 anos de idade e Anacleto Ferreira de Araújo de 20, desceram do carro e foram presos quando tentavam fugir a pé. Eles foram conduzidos para a Delegacia de Plantão.

Cesar Elizeu de Carvalho Neto, de 19 anos de idade, desceu do carro atirando em direção as guarnições da polícia e no confronto ele foi baleado e conduzido para o Hospital Tarcísio Maia e não resistiu. 


Fonte: O Câmera

118° Homicídio em Mossoró 2016.Ex-presidiário é executado com oito tiros de pistola em calçada de lanchonete no Belo Horizonte

O crime com características de execução, foi registrado por volta da 00h25min desta sexta feira 17 de junho de 2016, em uma Lanchonete localizada no cruzamento da Avenida Rio Branco com a Rua Padre Freire no bairro Belo Horizonte em Mossoró, no Oeste Potiguar. 

A vítima identificada como Paulo Cardoso Jales Júnior, o "Juninho" 28 anos de idade, foi alvejado com oito tiros de pistola calibre 380, não resistiu e morreu no local. 

Testemunhas contaram a Polícia Militar, que Juninho, como era mais conhecido, bebia na calçada da lanchonete em companhia de sua mulher, quando foi surpreendido por homens que chegaram em um veículo tipo Celta de cor Prata e um dos ocupantes que estava encapuzado efetuou os disparos em direção a vítima. 

Os tiros, num total de oito, segundo o perito criminal Dr. Otávio Domingos, atingiram a vítima no rosto, pescoço, torax e costas tendo morte instantânea. 

Os suspeitos fugiram após o crime, sem serem identificados, em sentido ignorado. A mulher de Juninho conseguiu correr e não foi atingida pelos disparos. 

O Delegado de Plantão Dr. Evandro esteve no local, colhendo informações sobre o crime, conversou com familiares da vítima e foi informado de que Paulo Cardoso, já havia cumprido pena por tráfico de drogas. 

Os familiares informaram também que a vítima,foi acusada de um homicídio, inclusive chegou a ser julgado pelo Tribunal do Juri Popular, mas foi absolvido das acusações. 

Dr. Evandro afirmou que ainda é cedo pra se tirar uma conclusão sobre a motivação do crime. A Delegacia de Homicídio, vai dar sequencia a investigação e durante o inquérito poderá chegar a autoria do crime. 

Após os trabalhos de perícia no local crime, o corpo foi removido para a sede do Instituto Tecnico de Perícia (ITE), onde será necropsiado e depois liberado para sepultamento. Este foi o homicídio de número 118 neste ano de 2016, na cidade de Mossoró.



Fonte: Fim da Linha

117º Homicídio Mossoró 2016. Paraibano é encontrado com corpo crivado de bala proximo a bacia de captação no bairro Barrocas

A cidade de Mossoró, na região Oeste do Rio Grande do Norte, registrou na noite desta quarta feira 15 de junho de 2016, mais uma morte violenta por disparos de arma de fogo.

O crime aconteceu em um terreno baldio nas proximidades da Bacia de Captação da Caern, no bairro Barrocas. A vítima,identificada como Tiago Correia de Oliveira,23 anos de idade, natural de Uiraúna no estado da Paraíba, foi executado com cinco tiros de revolver calibre 38 sendo dois no rosto, um no pescoço, um no peito e outro nas costas.

Populares acionaram o Centro de Controle da Polícia Militar (COPOM) informando que ouviram de disparos de arma de fogo, naquela localidade.

Quando a VTR 233 chegou no local, se deparou com uma moto Biz preta com a placa só com a tarjeta e mais a frente cerca de 50 metros, o corpo do paraibano.

No local os policiais encontraram também algumas munições intactas de revolver calibre 38. Populares informaram que após os estampidos, dois desconhecidos foram vistos saindo do local em uma moto de características não identificadas.

Apesar de ter sido identificado através de documentos que estavam na carteria de bolso, a Polícia não tem qualquer informação sobre a vida pregressa da vítima.

O local foi isolado pela Polícia Militar e depois dos trabalhos de perícia o corpo foi removido para a sede do ITEP onde será examinado e liberado com o comparecimento de familiares para a identificação do cadáver.

Este foi o homicídio de número 117 neste ano de 2016 em Mossoró. O caso vai ser investigado pela equipe da Delegacia de Homicídios.


Fonte: Fim da Linha

116° Homicídio em Mossoró 2016: Homem é morto a tiros de pistola no Bairro Santo Antônio

A cidade de Mossoró na região Oeste do Rio Grande do Norte, registra nesta tarde de domingo, 12 de junho de 2016, mais uma morte violenta por disparos de arma de fogo.

O crime foi registrado na Rua Nicácia Costa de Araújo próximo ao Supermercado Horizonte, onde a vítima identificada como Francisco Alves Neto de 68 anos, foi alvejado com seis tiros de pistola 380 e morreu no local.

Informações repassadas pela Polícia Militar,a vítima era vendedor de Carvão e tinha acabado de entregar o produto em uma galeteria quando foi surpreendida por um indivíduo que chegou em uma moto e efetuou os seis disparos.

Após o crime o atirador fugiu sem ser identificado, uma vez que o mesmo estava de capacete. Ainda de acordo com a PM, a vitima já passou pelo sistema prisional do RN onde foi acusado de envolvimento com roubo de gado

Até o momento a Polícia não tem informações sobre a motivação para o crime nem o autor. A Polícia Militar fez o isolamento do local do crime até a chegada da equipe do Instituto Técnico e Científico de Perícia (ITEP).

Apos os trabalhos de perícia, o corpo do idoso foi removido para a sede do ITEP onde será necropsiado e depois liberado para sepultamento. No local não compareceu nenhum famíliar da vítima.

Este foi o homicídio de número 116 preaticado em Mossoró neste ano de 2016. O caso será investigado pela Delegacia de Homicídios que até o momento tem uma linha de investigação.




Fonte: Fim da Linha

115º Homicídio Mossoró 2016: Soldador é executado a tiros quando se dirigia para casa no Assentamento Apodi

A Central de Operações da Polícia Militar, registra no início da noite desta quinta feira 09 de junho de 2016, mais uma morte violenta por disparos de arma de fogo em Mossoró no Oeste do Rio Grande do Norte. 

O Soldador Ubirandir Machado de Freitas, 31 anos de idade, foi morto com sete disparos de arma de fogo, em uma estrada carroçável entre os Assentamentos Maísa e Apodi, na zona rural de Mossoró. 

Segundo informações colhidas no local pelo Sargento Kildare, Ubirandir que era evangélico, saiu de sua oficina de solda localizada na Maísa, por volta das 17h10min, como fazia todos os dias e se dirigia para sua residência, no Assentamento Apodi em uma motocicleta. 

Faltando cerca de dois quilômetros para chegar ao seu itinerário, o soldador foi surpreendido por criminosos, que possivelmente o esperavam no local e efetuaram os disparos em sua direção.

A vítima depois de baleada, perdeu o controle da moto e bateu em uma cerca de arame farpado, quebrando duas estacas e caiu sem vida. Os atiradores que não foram identificados, fugiram após o crime. 

A Polícia não sabe em que tipo de veículos os criminosos estavam. A Princípio se tratava de um acidente, mas quando o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegou no local constatou que se tratava de ferimentos por arma de fogo. 

O Irmão da vítima que trabalhava com ele na oficina, disse a Polícia, que seu irmão era um homem do trabalho, evangélico e não tinha nenhum tipo de vício. A família não sabe a que atribuir o crime. 

Ainda de acordo com o irmão, Ubirandir tinha saída de uma empresa agrícola onde trabalhava a cerca de de três meses e que com o dinheiro da rescisão resolveu trabalhar por conta própria montando uma oficina de Portões. 

O Perito criminal Dr. Otávio Domingos, informou que a vítima foi atingida com seis disparos na região da omoplata e um na região frontal do tórax. No local não foram encontradas capsulas, o que tudo leva a crê que o crime foi praticado por mais de um atirador. 

Após os trabalhos de perícia no local, realizados pela equipe do ITEP, o corpo do soldador foi removido para a sede do Instituto Técnico e Científico de Perícia onde será necropsiado e depois liberado para sepultamento.


Fonte: Fim da Linha
© todos os direitos reservados - 2023
Folha Potiguar