Depois de 66 anos, Felipe Guerra ganha mais um médico formado em universidade pública - Folha Potiguar - Notícias e opinião - RN

Últimas Notícias

Post Top Ad

Responsive Ads Here

Post Top Ad

Responsive Ads Here

quarta-feira

Depois de 66 anos, Felipe Guerra ganha mais um médico formado em universidade pública

De origem humilde, o sargento do Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Norte José de Anchieta Batista, 41 anos, sempre estudou em escola pública e concluiu o seu curso de Medicina pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN).

Depois de 66 anos, o município de Felipe Guerra-RN ganha mais um médico formado em universidade pública. De origem humilde, filho de José Batista de Souza e de Maria Rita Bezerra, José de Anchieta Batista, 41 anos, concluiu recentemente o seu curso de Medicina pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN).  

Quarto médico felipense a se formar em universidade pública, Dr. Anchieta, que também é sargento do Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Norte, sempre estudou em escola pública. Cursou o ensino fundamental em Felipe Guerra, sua terra natal e, morando na Casa do Estudante, em Mossoró, cursou o ensino médio no antigo Centro Federal de Educação Tecnológica (CEFET), hoje IFRN. Antes de cursar Medicina, também na UERN, Dr. Anchieta ainda chegou a cursar alguns períodos de Biologia, Enfermagem e Odontologia, faculdades das quais desistiu para correr atrás do seu grande sonho: a Medicina, uma faculdade ainda pouco acessível aos brasileiros menos favorecidos.  

Dr. Anchieta já obteve o seu registro no Conselho Regional de Medicina (CRM) e está pronto para o mercado de trabalho. 

Sua conquista foi bastante comemorada pelos conterrâneos e amigos que conhecem a sua trajetória de luta. 

Felipenses na história da Medicina e das universidades públicas

De acordo com o livro “Do Brejo do Apodi a Felipe Guerra – a História que Não foi Contada”, do pesquisador, historiador e poeta Geraldo Francisco das Chagas, o primeiro felipense a se formar em medicina em uma universidade pública foi o Dr. Júlio César Gurgel, filho de Tiburcio Gurgel Filho e de Maria Joana de Brito Guerra, o qual nasceu em 26 de dezembro de 1912 no casarão dos seus pais que ficava localizado no Sítio Brejo, estudou no Colégio Diocesano Santa Luzia, em Mossoró-RN, serviu às Forças Armadas brasileiras e se formou em Medicina pela então Faculdade de Medicina da Bahia (hoje Universidade Federal da Bahia) em 1935. O segundo foi seu irmão, Dr. Arnoldo Gurgel de Brito Guerra, o qual também nasceu no Sítio Brejo, em 04 de março de 1914, e que se formou em Medicina pela então Faculdade de Medicina do Recife, hoje Universidade Federal do Pernambuco (UFPE). O terceiro foi o Dr. Eilson Gurgel do Amaral, filho de Tilon Gurgel do Amaral e de Celestina Gurgel do Amaral, nascido em 31 de dezembro de 1929 no então Distrito de Pedra de Abelha, hoje bairro histórico Cidade Baixa, e que se formou em Medicina pela hoje UFPE. 

*Matéria atualizada às 13:02 de 13 de julho de 2022.

Um comentário: