De volta à cena política de Felipe Guerra, primeiro desafio de Hulgo e Victor é evitar que a oposição repita o erro de 2018 que catapultou Ubiracy para a chapa de Salomão - Folha Potiguar - Notícias e opinião - RN

Últimas Notícias

Post Top Ad

Responsive Ads Here

Post Top Ad

Responsive Ads Here

segunda-feira

De volta à cena política de Felipe Guerra, primeiro desafio de Hulgo e Victor é evitar que a oposição repita o erro de 2018 que catapultou Ubiracy para a chapa de Salomão

Fortalecimento do então vereador Ubiracy Pascoal em 2018 como estratégia para 2020 foi um erro fatal histórico da oposição liderada pelo ex-prefeito Hulgo e o médico Victor Costa.
Registro do anúncio da chapa Salomão e Ubiracy/Eleições 2020 - Foto: Reprodução
Registro do anúncio da chapa Salomão e Ubiracy/Eleições 2020 - Foto: Reprodução

Ontem o ex-prefeito Hulgo Costa (PSDB) e o seu filho, o médico e ex-candidato a prefeito Víctor Costa (PSDB) reapareceram na cena política de Felipe Guerra da qual estavam ausentes desde as eleições municipais de 2020. No município, reuniram os três vereadores de oposição (Paulo Guilherme – PSDB, Marcio da Santana – Republicanos e Mazinho da Pesca – União Brasil) para sinalizarem apoio a reeleição do deputado estadual Gustavo Carvalho (PSDB). E assim Hulgo e Dr. Victor mostraram que seguem no comando do grupo que desde o início de 2021 vem sendo assediado pelo ex-prefeito Haroldo Ferreira (PSB).

De volta à cena política de Felipe Guerra em mais um ano de eleições estaduais e federais, o primeiro grande desafio de Hulgo e Dr. Victor é evitar que o eleitorado de oposição repita o erro político fatal histórico de 2018 que catapultou o então vereador Ubiracy Pascoal (DEM) para a vaga de vice-prefeito na chapa encabeçada pelo então vice-prefeito Salomão Gomes (PL) que saiu vitoriosa das eleições municipais de 2020.

Explico. Em 2018, a estratégia de Ubiracy Pascoal para se fortalecer ainda mais na política felipense foi forçar um distanciamento da situação e sair candidato a deputado estadual, mesmo sem viabilidade de êxito no tocante à ALRN para atrair o eleitorado de oposição no município. Deu certo. Ubiracy usou o fato de ser da terrinha como apelo junto ao eleitorado, obteve 1.133 votos e ficou em segundo colocado em Felipe Guerra, superando Getúlio Rêgo, candidato apoiado pelo grupo de oposição liderado por Hulgo e Dr. Victor. Naquela eleição, o erro decisivo cometido por Hulgo e Dr. Victor foi ambos acreditarem que Ubiracy estava definitivamente rompido com o então prefeito Haroldo Ferreira e que poderia aceitar ser vice na chapa majoritária de oposição que novamente seria encabeçada pelo Dr. Victor Costa nas eleições municipais de 2020. Há quem diga que Hulgo e Dr. Victor não apenas permitiram o avanço de Ubiracy sobre o eleitorado da exposição, mas que, numa rivalidade desnecessária com Max Morais, vereador do próprio grupo que estava mais empenhado no apoio a Getúlio Rêgo, os dois (Hulgo e Dr. Victor) teriam, sorrateiramente, encaminhado apoios e votos para Ubiracy dentro da oposição. Fato é que Ubiracy foi quem mais se fortaleceu naquele pleito eleitoral de forma que passou a figurar como melhor nome para compor como vice qualquer uma das duas chapas e acabou recuando em relação a oposição e sendo o vice do hoje prefeito Salomão Gomes por indicação do então prefeito Haroldo. Hulgo e Dr. Victor acabaram não conseguindo formar uma chapa competitiva e, com o comerciante Zezito Barra (PP) como candidato a vice de Dr. Victor, saíram derrotados pela segunda vez seguida.

Registro do anúncio da chapa Victor e Zezito/Eleições 2020 – Foto: Reprodução

Diplomação de Salomão Gomes e Ubiracy Pascoal como prefeito e vice-prefeito respectivamente (17/12/2020) – Foto: Reprodução

Nas eleições deste ano, quem tenta repetir, em parte, a estratégia usada por Ubiracy Pascoal em 2018, no sentido de usar o eleitorado de oposição para se fortalecer, é o ex-prefeito Haroldo Ferreira. O mesmo não pretende sair candidato e usar o fato de ser felipense como apelo, mas desde o início de 2021 vinha aproveitando a ausência de Hulgo e Dr. Victor da cena política local para avançar sobre a oposição em busca de apoios e votos para o deputado federal Rafael Motta (PSB) que disputará a reeleição. É uma situação que coloca à prova não só a liderança de Hulgo e Dr. Victor na oposição, mas a capacidade de articulação de ambos, ao mesmo tempo em que ameaça seriamente a sobrevivência política de ambos. Isto porque Haroldo conseguiu avançar significativamente se apresentando como um “pai adotivo” de um eleitorado que, apesar de fiel, não vinha compreendendo muito bem a ausência de Hulgo e Dr. Víctor da cena política.

Apesar das circunstâncias, um ponto muito significativo favorece Hulgo e Dr. Victor neste momento em que eles precisam contornar a situação encontrada: o ex-prefeito Haroldo Ferreira é o próprio carrasco do eleitorado de oposição que, por 8 anos, foi tratado com indiferença pelo então gestor.

Resta sabermos se o radicalismo político será capaz de transformar lembranças de perseguição sofridas em amor ao perseguidor.

Oposição com o deputado estadual Gustavo Carvalho em Felipe Guerra (09/04/2022) – Foto: Divulgação


Fonte: Rede News 360

Nenhum comentário:

Postar um comentário