Header Ads Widget

Felipe Guerra poderá voltar a se chamar 'Pedra de Abelha'

Em vista que muitas pessoas de Felipe Guerra manifestam o desejo de aquele município voltar a ter o nome de sua criação, isto é, ‘Pedra de Abelha’, o  vereador e presidente da Câmara Municipal, Marcos Aurélio (PL),  haverá de convocar uma audiência com a população, no sentido de que este assunto seja amplamente discutido. E a maioria das pessoas consentindo isto, ele diz que encampará a luta, começando por apresentar este projeto aos seus pares tão logo o reinício do período legislativo municipal. Na verdade, uma boa iniciativa esta do edil de segundo mandato. Realiza um majestoso trabalho à frente da denominada ‘Casa do Povo’ e, mais esta causa que não é discutida de agora nos meios populares locais. A princípio, segundo tomo conhecimento, não encontrará obstáculos para aprovação a troca de identificação na nomenclatura do município. Algo salutar e bastante sugestivo, pois resgata a região e o porquê da origem e habitação daquele território encravado na região do Vale do Apodi, uma das que oferece condições promissoras para o desenvolvimento do Rio Grande do Norte.
MARCOS AURÉLIO

E por falar ainda do vereador Marcos Aurélio, observei uma espécie de vídeo, onde ele realiza uma prestação de contas acerca de seu mandato como legislador municipal. A considerar como muito bom. Falou de coisas importantes, como por exemplo a construção de um Pórtico na entrada da cidade que, por sinal, é a única do Rio Grande do Norte a não contar com este monumento identificador. Bem salutar a idéia.

MARCOS AURÉLIO II

A partir desta reclamação do vereador, a produção de provas do que faltou ser feito pelo município em gestões passadas, trata-se de uma coisa simples por demais a construção. Uma espécie de ‘boas vindas’ aos turistas , mesmo que ainda poucos, são curiosos em visitar as inúmeras cavernas, de onde se origina o nome ‘Pedra de Abelha’. E a depender do jovem legislador, este projeto sairá do papel para a realidade. Aguardar.

Fonte/Rede News 360
Coluna - RN RM TÓPICOS - Gomes Sobrinho

Postar um comentário

0 Comentários