Header Ads Widget

Município de Felipe Guerra participa da Conferência Intermunicipal Popular de Educação do Polo 9

Discussões tem como objetivos o fortalecimento do estado democrático de direito, justiça social e a potencialização da confiança nos profissionais da educação, nas instituições e sistemas educativos e nos estudantes, entre outros.


Representando o Município de Felipe Guerra, o Secretário Municipal de Educação, Prof. Luiz Agnaldo, participou nesta quinta-feira (19) da Conferência Intermunicipal Popular de Educação do Polo 9, uma preparação para a II Conferência Nacional Popular de Educação – CONAPE 2022, cujo o tema será “Reconstruir o país: a retomada do Estado democrático de direito e a defesa da educação pública e popular, com gestão pública, gratuita, democrática, laica, inclusiva e de qualidade social para todos/as”.

As discussões travadas tem como objetivos fortalecer o estado democrático de direito e justiça social; potencializar a confiança nos profissionais da educação, nas instituições e sistemas educativos e nos estudantes; monitorar e avaliar a implementação do PNE, com destaque específico ao cumprimento das metas e das estratégias intermediárias, dentre outros objetivos.


Realizado virtualmente, através do Google Meet, pelo Fórum Estadual de Educação do Rio Grande do Norte, o evento reuniu representantes dos municípios de Almino Afonso, Antônio Martins, Apodi, Felipe Guerra, Frutuoso Gomes, Itaú, Lucrécia, Martins, Riacho da Cruz, Rodolfo Fernandes, Serrinha dos Pintos, Severiano Melo, Tabuleiro Grande, Umarizal e Viçosa, os quais integram o Polo 9 da União dos Dirigentes Municipais de Educação do Rio Grande do Norte – UNDIME-RN.

O evento contou ainda com representantes do Fórum Estadual de Educação – FEE/RN, da União dos Dirigentes Municipais de Educação – UNDIME/RN, dos Conselhos Municipais e Estadual de Educação, dos Movimentos Sociais e ainda representantes das categorias de gestores, professores, técnicos, pais e estudantes da Educação Básica, da Educação Profissional e do Ensino Superior das esferas municipais, Estadual, Federal e Privado, dos municípios integrantes do referido Polo.

Para os profissionais de educação envolvidos, o momento é de articulação de entidades e atores sociais do campo educacional e dos movimentos sociais em defesa da educação pública, gratuita, laica, inclusiva e de qualidade social.

Postar um comentário

0 Comentários